A Diferença entre a Fotodepilação e a Depilação a laser

Início|Blog|A Diferença entre a Fotodepilação e a Depilação a laser

Depilação a laser ou fotodepilação, qual a melhor escolha?

É comum existirem dúvidas no momento de decidir entre a fotodepilação e a depilação a laser no contexto de opção por uma depilação definitiva.

Embora a depilação a laser tenha surgido no mercado antes da fotodepilação, ainda existe dúvidas consideráveis na diferenciação entre ambas. Tendo em conta que os dois métodos apresentam alguns aspetos semelhantes são também significativos os fatores que os diferenciam entre si.

Qual a grande diferença entre depilação a laser e a fotodepilação?

A principal diferença entre estes dois tipos de depilação está no tipo de luz e na forma como ela é usada em cada uma deles. Enquanto o laser utiliza um feixe de luz reto que atinge em especial as células germinativas do pêlo impedindo que ele cresça durante um tempo considerável, a fotodepilação utiliza a luz pulsada de baixa intensidade que vai enfraquecendo o pêlo à medida que atinge as celulais pilosas, no entanto, ao contrário do que acontece com o laser, a luz pulsada não têm a capacidade real de destruir as células germinativas da raiz. Por esta razão na fotodepilação é necessário fazer a manutenção das áreas depiladas com maior frequência do que na depilação a laser.

Ambos os métodos são indolores?

Relativamente à questão da dor a fotodepilação a luz pulsada revela-se menos dolorosa. O laser devido a elevada potência da energia que utiliza é mais doloroso, no entanto, existem uma série de técnicas de resfriamento da pele que reduzem bastante a sensação de dor, tornando-a suportável.

No entanto, tanto na depilação a laser como na fotodepilação a sensação vivida por cada uma das pessoas vai variar com o grau de sensibilidade de cada um, algumas pessoas consideram mesmo não sentir dor, especialmente na depilação a luz pulsada.

Qual método depilatórios é menos agressivo para a pele?

De entre estes dois métodos a fotodepilação é considerado o método menos agressivo para a pele, isto porque a sua utilização permite a graduação da intensidade da luz usada. No caso do lazer a luz penetra na pele causando choques e em alguns casos até queimaduras, logo é considerado mais agressivo do que a luz pulsada.

As duas técnicas são adequadas para todos os tipos de pele e pêlo?

Por norma a depilação a laser não é eficaz na remoção dos pêlos brancos e louros devido as baixas concentrações de melanina deste. O pêlo muito fino também é difícil de se tratar com laser exingindo um maior número de sessões.

A fotodepilação não é indicada para peles muito morenas, mulatas ou negras, pois existe o risco de causar manchas irreversíveis queimaduras e cicatrizes. Obtem-se melhores resultados sempre que o contrate entre a cor do pêlo e da pele é mais evidente.

Muito embora a questão da pele negra seja de grande sensibilidade relativamente a aplicação dos dois métodos em questão e não apenas relativamente a fotodepilação. A razão prende-se com o facto de que tanto o laser como a luz pulsada têm afinidade pela melanina da pele, aumentando o risco de queimaduras. Se por um lado os pêlos escuros atraem a energia por outro a pele também escura dificulta o processo, uma vez que a luz usada não vai conseguir estabelecer a devida diferença entre pele e pêlo.

Qual dos métodos apresenta resultados mais rápidos?

Os resultados tanto da depilação a laser como o da fotodepilação são relativos e variam de caso para caso. Factores como a região do corpo em que se realiza o tratamento, o tipo de laser empregado, o estado hormonal do paciente, a cor da pele e a cor dos pêlos vão influênciar o número de sessões necessárias para se atingir os resultados esparados.
O tratamento de fotodepilação leva em média de de seis a dez aplicações para ser concluído, um pouco mais do que na depilação a laser em que são necessárias de duas a cinco aplicações para concluir o tratamento.

Qual dos métodos é mais acessivel no que diz respeito ao investimento económico?

De um modo geral pode dizer-se que a fotodepilação requer um investimento económico mais baixo do que a depilação a lazer, mesmo requerendo mais sessões para se atingir o objetivo desejado.

Estes dois métodos têm vantagens em comum?

Como ambos os métodos têm a mesma base de ação, ou seja os dois usam a luz para depilar, podemos encontrar igualmente aspetos valorativos em comum. Tanto a depilação a laser como a fotodepilação são métodos seguros, apresentam resultados permanentes, oferecendo uma redução do pêlo. Os dois métodos são rápidos e podem ser usados nas mesmas zonas do corpo, apresentando resultados com poucas aplicações.

Facilmente se constata que tanto um método como outro têm uma raiz comum, essencial é ter em conta, na altura da escolha as especificidades de cada pessoa, podendo adequar o método ao tipo de pele e pêlo e ao tipo de investimento que é pretendido fazer. Como em todo os tratamentos que englobam conhecimentos de estética é sempre aconselhável escolher um local de inteira confiança para realizar o mesmo, sendo que o técnico deve ter conhecimento e competências efetivas para tal. Depois é só relaxar e investir em si.

Marque já a sua sessão de fotodepilação na clinica de estética Isabel Olveira!

Comentários recentes...
By | 2017-05-25T23:05:18+00:00 Junho 19th, 2014|Blog|