Naturopatia

Início|Blog|Naturopatia

A Naturopatia é um método de cuidados de saúde que em conjunto com a participação ativa e consciente do paciente permite atingir equilíbrio da sua saúde física, mental e emocional. Entendida como uma medicina natural realça a capacidade natural do corpo para se curar e para manter a saúde em equilíbrio.

A Naturopatia surgiu no decorrer do século XIX, as suas raízes filosóficas remontam a Hipócrates o pai da medicina. Este foi o primeiro médico naturista.

A principal base da Naturopatia é a alimentação, cabe ao naturopata ensinar aos seus pacientes quais os alimentos que os ajudam a ter uma vida saudável, e os que evitar para tratar determinada situações em que a ausência de saúde se verifique.

A Naturopatia rege-se por três grandes princípios:

  • o poder curativo da natureza que nos diz que existe uma “força vital” que promove a auto-cura do organismo;
  • o holismo que caracteriza a ligação e interação entre os componentes bioquímicos, mentais e emocionais do paciente. Esta medicina natural defende que a disfunção numa determinada área do organismo leva inevitavelmente a um ou mais distúrbios numa outra área do organismo;
  • O terceiro princípio é o da individualidade que clarifica a diferença bioquímica, estrutural e emocional entre as pessoas., devido a esta característica a forma como cada organismo responde às agressões exteriores é diversificada.

Os médicos naturopatas vão além do tratamento de sintomas de seus pacientes, tentando encontrar a causa da doença.

Numa consulta além dos sintomas físicos, a Naturopatia tem em linha de consideração o estado emocional, utiliza diversos exames clínicos para detetar as doenças como: a palpação, a avaliação do pulso, das unhas e da língua, assim como tem em atenção os aspetos ligados à fala e aos ouvidos.

A Naturopatia é, antes de tudo, um processo educativo, tanto preventivo quanto reequilibrador, no que diz respeito ao tratamento dos distúrbios já instalados no organismo. Assim, o profissional deve orientar o paciente a eliminar tendencias comuns e más para o organismo; a corrigir práticas mentais e físicas, a encontrar o equilíbrio.

O naturopata é um terapeuta holístico, atento ao todo, que vê o ser humano como um corpo composto por diversas dimensões (física, emocional e espiritual) e multiplas faces.

Como funciona a Naturopatia?

A Naturopatia é vista como um modo de estar, de viver que deve ser alimentada para ter bons resultados. Trabalha junto dos pacientes de modo a que estes se tornem responsáveis pela sua saúde. A Naturopatia oferece um estilo de vida que está centrado na prevenção das doenças, encorajando uma visão positiva da saúde. Uma das grandes vantagens da Naturopatia é o facto de não ter efeitos secundários perigosos, centra-se em mudanças de hábitos do modo de vida, incluindo questões alimentares e exercício físico, ao mesmo tempo que trabalha a diminuição e exclusão de hábitos nocivos para a manutenção da saúde.

Que tipos de situações se podem tratar com a Naturopatia?

A Naturopatia é hoje em dia vista como uma terapia multidisciplinar, obtendo-se bons resultados em pessoas de diferentes idades e em diferentes situações. É muito utilizada no tratamento de doenças como: stress e ansiedade, alergias, tensão pré-menstrual, dores menstruais, anemia, artrite, diabetes, constipações, bronquite, candidíase, enxaquecas, sinusite, menopausa, osteoporose, obesidade, problemas de pele, afeções digestivas, úlceras, obstipação, irritações do cólon, má circulação, recuperações pós-operatórias, e outras.

Como se processam os tratamentos?

Inicialmente é feita uma consulta onde se regista o historial de sintomas que o paciente apresenta e ao apenas as queixas mais recentes, de modo a que o tratamento seja abrangente e bem-sucedido.

Todos os tratamentos estabelecidos terão como grande objetivo a estimular as ação das defesas naturais do organismo do paciente, para que seja o próprio corpo a encontrar o seu reequilíbrio de forma natural.

O tipo de tratamento, a duração do mesmo é sempre definido em relação as queixas e as características físicas do paciente, sendo reajustados na medida em que o organismo reage a o mesmo.

Por norma tratamentos naturopatas englobam o recurso a outras terapias como: acupuntura, aromaterapia, biofeedback, fitoterapia, cromoterapia, dieta de desintoxicação/jejum, hidroterapia, homeopatia, meditação, osteopatia entre outras.

Existem desvantagens em tratamentos de Naturopatia?

Um dos grandes cuidados que devemos ter quando optarmos por um tratamento naturopata é a questão da formação do profissional a quem nos entregamos. É importante ter indicações precisas da formação profissional do naturopata que consultamos. Por exemplo, em doenças como a diabetes a mudança de hábitos alimentares deve ser bem acompanhada, assim como a prescrição de exercício físico e a hidroterapia.

Em caso de infecções e doenças já em estado avançado, para além do tratamento naturopata devem ser usados medicamentos complementares.

Um outro aspecto a ter em atenção é o facto de algumas ervas poderem causar alergias graves quando combinadas com outros medicamentos.

Quais as grandes vantagens da Naturopatia?

A grande vantagem dos tratamentos naturopatas prende-se com o facto de estes usarem produtos naturais em vez de produtos químicos característicos da medicina tradicional, o que faz com que os tratamentos sejam consideravelmente menos agressivos para o organismo.

Uma outra vantagem é o facto de a Naturopatia tratar o ser de um modo global, procurando as causas e não eliminando apenas os sintomas.

Pelos quase inexistentes efeitos colaterais estes tratamentos podem ser usados por crianças, idosos e grávidas o que se apresenta como uma vantagem.

Comentários recentes...
By | 2017-05-25T23:05:18+00:00 Abril 4th, 2014|Blog|